Menu


'Agora vamos apoiar o Brasil com todo nosso coração', diz embaixador da SérviaHamburgueria sérvia em Brasília reuniu torcida dos dois países. Ao final do jogo, todos aplaudiram o resultado.

27 JUN 2018
27 de Junho de 2018
Uma hamburgueria de Brasília foi invadida pelas cores vermelho, azul e branco na tarde desta quarta-feira (27). Torcedores sérvios se uniram para ver o duelo entre o país de origem deles e o país que escolheram para viver, no último jogo do Grupo E da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Brasil vence a Sérvia por 2 x 0, e enfretará o México
Ao final da partida, com a vitória do Brasil por 2 x 0, brasileiros e sérvios aplaudiram o duelo (veja vídeo abaixo). “Quando perdemos da Suíça, sofremos muito. Sofri até hoje. Depois do jogo contra o Brasil, devo dizer que a melhor seleção venceu. Parabéns para o Brasil", disse o embaixador da Sérvia, Veljko Lazic.

"Agora vamos apoiar o Brasil com todo o nosso coração.”
Torcedores sérvios e brasileiros, em Brasília, aplaudem ao final da partida
Casa sérvia em Brasília
A lanchonete, na quadra 107 da Asa Norte, é a única do Brasil que tem no cardápio os temperos do país europeu. Apesar da rivalidade no futebol, torcedores das duas seleções vibraram e reclamaram juntos.

Em meio às caipirinhas, cervejas e ao chevap — charuto feito com um mix de carnes bovina, suína e de carneiro —, sérvios e brasileiros disputaram um cantinho próximo aos televisores e acompanharam lado lado todos os lances da partida. O embaixador da Sérvia elogiou os brasileiros.

“A atmosfera está fantástica. Sérvios e brasileiros unidos para apoiar as duas seleções.”
Estampando selfies ao lado de torcedores brasileiros, Lazic deixou escapar um palpite para o jogo: "Vai ser 2 x 1 para a Sérvia”, afirmou.

 Embaixador da Sérvia, Veljko Lazic, acompanhou jogo entre as seleções do Brasil e da Sérvia pela Copa do Mundo da Rússia (Foto: Letícia Carvalho/G1)  Embaixador da Sérvia, Veljko Lazic, acompanhou jogo entre as seleções do Brasil e da Sérvia pela Copa do Mundo da Rússia (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Embaixador da Sérvia, Veljko Lazic, acompanhou jogo entre as seleções do Brasil e da Sérvia pela Copa do Mundo da Rússia (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Sérvios são os brasileiros da Europa, diz dono de hamburgueria
Os gritos da torcida sérvia não apagaram a empolgação e o coro brasileiro quando Paulinho abriu o placar para a seleção canarinho no primeiro tempo da partida. Vítor Matos, de 14 anos, foi à hamburgueria acompanhado pela mãe.

“Estou aqui, justamente, para ver a reação dos sérvios quando eles levarem um gol. Está sendo uma experiência muito divertida.”
No segundo tempo, Thiago Silva fez mais um para o Brasil que fechou o placar em 2 x 0.

Em hamburgueria sérvia, em Brasília, torcida comemora primeiro gol do Brasil
Torcida 'neutra'
O embaixador da Grécia, Ioannis Pediotis, foi à hamburgueria para acompanhar o jogo com o amigo Veljko Lazic. Apesar da amizade com Lazic, ele afirmou que o coração estava “50% com os brasileiros e os outros 50%, com os sérvios”.

Embaixador da Grécia (de vermelho), assistiu a partida entre Brasil e Sérvia junto com o embaixador da Sérvia (Foto: Letícia Carvalho/G1) Embaixador da Grécia (de vermelho), assistiu a partida entre Brasil e Sérvia junto com o embaixador da Sérvia (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Embaixador da Grécia (de vermelho), assistiu a partida entre Brasil e Sérvia junto com o embaixador da Sérvia (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Já o dono da hamburgueria, o sérvio Goran Dislios, não conseguiu deixar o caixa e a cozinha durante toda a partida. Para acompanhar os lances, recorria aos gritos dos torcedores.

“Não imaginei que daria tanto movimento. A casa está cheia e nem sei como está a partida”, disse Goran, tentando manter a imparcialidade que faz bem ao negócio.

Clientes assíduos da hamburgueria, estudantes da Universidade de Brasília (UnB) relembraram do clima da Copa do Mundo de 2014.

“O Mundial une todas as torcidas. Presenciamos isso na Copa passada aqui no Brasil e queríamos sentir essa sensação novamente."
[20:34, 27/6/2018] GCSF: "Agora, queremos o hexa”, disse Breno Rybak ao lado dos colegas Victor Melo, Cassius Rodrigues e Felipe Carrer.

FONTE: G1 DF.
Voltar


Copyright © 2002 Identidade Brasil Rádio e Tvweb

Tenha também o seu site. É grátis!